Criação de Site Inteligente

O que é um Site Inteligente?

Site Inteligente

O que você espera ao contratar uma empresa de Marketing para fazer um site para a sua empresa?

Sem saber, o que você está buscando é um Site Inteligente. Você concorda que a maioria das pessoas não quer que o seu site fale apenas sobre missão, visão, apresentação dos sócios e colaboradores… o principal objetivo é que esse ajude a vender ou a captar clientes?

Daí surge a primeira dúvida, faço um site institucional ou um e-commerce? Um e-commerce permite ao visitante realizar transações, como uma loja virtual. Porém, muitas empresas não têm produtos ou serviços que sejam de fácil comercialização online. Imagine um médico, como ele venderia os seus serviços por um site? Por isso a dúvida sobre qual o tipo de site o empresário deve fazer é muito comum e pertinente.

Para resolver essa questão iniciaremos o nosso artigo descrevendo um novo conceito de site: O Site Inteligente. Não importa se o seu site é institucional, transacional ou qualquer outro termo que te falarem. O que importa é ele ter um objetivo claro e que seja inteligente o suficiente para alcançar esse objetivo com a máxima eficiência.

Para facilitar o seu entendimento, apresentaremos um check list com 6 itens que todo Site Inteligente deve seguir:

Contrate uma empresa de marketing

Alerta aos autodidatas e a economia mal planejada. Contratar uma empresa profissional para fazer o seu site é mais barato do que você pensa!
Imagina que você é dono de um comércio e quer reformar a sua loja, você contrataria um estudante de arquitetura, um estagiário de decoração ou a sua tia que “manja” de design de interiores? Então porque no site da sua empresa você pensa em contratar o filho do amigo que “sabe desenvolver sites” para prestar um serviço tão importante para os seus negócios?

Defina objetivos claros para o site

No geral temos 3 objetivos distintos para um site: venda de produto, captação de leads (pessoas interessadas no serviço prestado) e expansão da influência da marca.

Se o site tem como objetivo vender produtos, defina uma estrutura de venda e atendimento para que ele consiga cumprir as metas. Meios de pagamentos, controle de estoque integrado e suporte ao cliente são os principais itens.

Já se o objetivo é a captação de novos clientes para um serviço prestado, pense um processo de engajamento. Nutra a pessoa de informações e a deixe curiosa para querer saber mais. Desse modo é bem provável que ela preencha um formulário simples e lhe forneça seus dados de contato. Daí em diante seu trabalho será prospectar ativamente esse novo lead.

Mas se o objetivo for expandir a sua marca, foque nas visitas, no blog, comentários positivos do produto e compartilhamento de conteúdo. Você deverá ser capaz de medir a evolução desses números mês a mês para que o trabalho e o investimento faça sentido.

Modele a concorrência (exemplos a serem seguidos)

É bem provável que outras pessoas no mundo vendem o mesmo produto ou serviço que você tem. E por isso, imaginamos que já existem sites, blogs, Facebook Pages, etc…

Estudar a concorrência significa pegar carona na experiência de quem está mais a sua frente. Porém você conhece o perfil dos seus clientes e pode ser que esses tenham algumas particularidades que devem ser levadas em consideração. Por isso, não copie. Use o conceito da modelagem e faça algo único, mas que esteja de acordo com a concorrência.

É comum pessoas nos encomendar um site e na hora da entrega elas percebem que a disposição das informações não estão legais e então começa um trabalho sem fim de ajustes.

Para evitar esse retrabalho a nossa dica é: antes de contratar uma agência, faça um estudo de mercado para o seu site. Esse estudo tem como personagem principal o seu cliente (persona). Dessa forma, será muito mais simples saber quais informações deverão estar no site e qual a importância de cada uma delas. Não se esqueça de colocar num arquivo todos os sites que você tem como inspiração e o que mais gosta em cada um deles. Esse será o guia para o desenvolvedor do seu Site Inteligente.

Escreva um bom conteúdo e faça SEO (Search engine Optimization)

Depois de ter passado pelos itens anteriores o seu site deve estar pronto, correto? Infelizmente a resposta para essa pergunta é não. Assim como uma loja precisa ser limpa todos os dias, o caixa da empresa precisa abrir e fechar, a contabilidade precisa de novos dados e por aí segue a lista… o mesmo acontece com o seu site.

A principal ferramenta de busca é o Google, responsável por mais de 90% de todas as pesquisas feitas. Esse possibilita aos usuários da internet cada vez mais informações e conteúdo de qualidade a qualquer momento, por isso, o conteúdo do seu site deve ser escrito constantemente para que ele seja facilmente indexado pelos motores de busca e entregue contextualizadamente e na hora certa.

Cada página do seu site deve ser escrita de forma otimizada para a busca (SEO – Search engine Optimization). Esse trabalho é feito por um profissional após receber as informações da persona. Daí ele trabalhará a estrutura dos textos como o título, descrição e palavras chave para que os buscadores encontrem gratuitamente o conteúdo do seu site e entregue ao seu cliente ideal.

Monitore o tráfego do seu site

Entramos no assunto mais importante do seu site, a medição da eficiência. Do que adianta ter um site lindo se ninguém sabe que ele existe? E como saber que as pessoas estão navegando nele?

A principal ferramenta de análise disponível é o Google Analytics. Ela é gratuita e muito eficiente. Claro que existem ferramentas pagas que nos ajudam a entender como otimizar o site, porém essas acessórias ao trabalho.

Com o Google Analytics você será capaz de conhecer os hábitos dos seus visitantes, como: horário, localização geográfica, recorrência, origem (fonte), páginas mais acessadas, conversões, tempo no site, dentre outras métricas que ajudarão a sua empresa a melhorar continuamente o conteúdo do site.

Além de ter relatórios simples ela permite integrar o Google Ads (impulsionador de tráfego) e com isso você saberá quais são as buscas que os visitantes fazem até chegar ao seu site. Quais são as palavras chaves que devem conter nos seus artigos e como as pessoas procuram pelos seus serviços e produtos. Tudo o que você precisa saber sobre o Google Analytics está descrito na Central de Ajuda do Google, sugerimos fortemente que você leia e entenda mais sobre essa ferramenta.

Escolha da plataforma do site

Quanto mais profissional é a sua agência menos ela vai querer lhe aprisionar como cliente, por isso, a escolha da tecnologia é ponto chave. Assim, não permita que o seu fornecedor crie algo para a sua empresa que só ele sabe gerenciar. Tenha contigo todas as senhas e manuais para fazer qualquer alteração no seu site. Certifique-se que se o serviço não estiver legal outras agências conhecem da tecnologia e poderão te apoiar em uma eventual mudança de fornecedor.

A nossa sugestão é que o seu site seja feito em WordPress. Essa é a plataforma mais usada e por isso você não terá dificuldade em uma futura troca de agência. Além do mais, ela é open source o que quer dizer que você não precisa assinar um serviço e existem muitos desenvolvedores aprimorando o uso do sistema.

Espero que essas dicas lhe ajudem a formatar o seu site e que esse traga mais clientes para a sua empresa. Pense no custo agregado que um Site Inteligente pode trazer para a sua empresa e compare com outras fontes. Certamente você não terá dúvida de que hoje é fundamental ser referência na internet e esse trabalho pode ajudar muito na saúde financeira do seu negócio.

Gostou? Siga a gente no Instagram!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *